"Beneath this mask there is more than flesh. Beneath this mask there is an idea, and ideas are bulletproof"
pesquisar neste blog
posts recentes

Escolha quase aleatória do dia #26

Escolha quase aleatória do dia #25

Escolha quase aleatória do dia #24

Escolha quase aleatória do dia #23

Escolha quase aleatória do dia #22

Escolha quase aleatória do dia #21

Escolha quase aleatória do dia #20

Escolha quase aleatória do dia #19

Escolha quase aleatória do dia #18

Escolha quase aleatória do dia #17

arquivos

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008
As expressões e a alma

Quando era mais novo, passava dias inteiros com os meus amigos a ouvir BritPop, a discutir os artigos da revista K e a dissertar sobre a natureza do Inverno. Num desses dias, inspirados por uma crónica magnífica do Miguel Esteves Cardoso, demos por nós a discutir um argumento insólito mas apaixonante: a afinidade de pensamento entre Morrissey e Camões. Sim, leram bem: Morrissey e Camões. Bom, vou abster-me de colocar aqui o teor integral da conversa mas dou-vos uma pista: será que, descontadas as diferenças culturais e temporais, "There's a light and it never goes out" e "Alma minha gentil que te partiste" são 2 expressões escritas de uma mesma alma? Fica a pergunta... e o vídeo ;-)


tags: ,

publicado por lpedro às 00:30
2

Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008
Programação: a nova literacia
Segundo Stephen Downes, que cita Doug Holton que, por seu turno, cita Mark Prensky, podemos estar a assistir a uma viragem muito interessante em termos educativos/epistemológicos em que a programação pode ser a nova literacia para um novo século: "the single skill that will, above all others, distinguish a literate person is programming literacy, the ability to make digital technology do whatever, within the possible one wants it to do."

Para quem está envolvido nas disciplinas de Laboratórios Multimédia de Novas Tecnologias da Comunicação esta é uma notícia refrescante :-)
tags: , ,

publicado por lpedro às 00:40
8

mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
30


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários