"Beneath this mask there is more than flesh. Beneath this mask there is an idea, and ideas are bulletproof"
pesquisar neste blog
posts recentes

Escolha quase aleatória do dia #26

Escolha quase aleatória do dia #25

Escolha quase aleatória do dia #24

Escolha quase aleatória do dia #23

Escolha quase aleatória do dia #22

Escolha quase aleatória do dia #21

Escolha quase aleatória do dia #20

Escolha quase aleatória do dia #19

Escolha quase aleatória do dia #18

Escolha quase aleatória do dia #17

arquivos

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2007
Web 2.0: o vídeo

Já era um bocado tarde quando vi este post no blog do D'Arcy Norman e, talvez por isso, na altura, não lhe dei o devido valor. No entanto, desde que sou um leitor atento deste blog (que aconselho vivamente a quem quer ler, de forma crítica, estas questões da tecnologia) que me habituei a posts claros, despretensiosos e muitas vezes brilhantes acerca das questões da cultura web e do seu impacto social. E isso, do meu ponto de vista, é um contributo inestimável deste autor: o facto de ultrapassar as visões redutoras e apenas centradas na tecnologia para incluir e valorizar o mais importante da Web que são as pessoas. E por isso concordo com o D'Arcy Norman: este é um vídeo muito bom em termos de conteúdos e talvez a mais brilhante explicação, até hoje, do que é a Web 2.0. E concordo também, como é óbvio, com a mensagem fundamental do vídeo: "We are the web". Já com a questão tecno-apocalíptica...


tags: ,

publicado por lpedro às 01:18

3

De anabela fernandes a 6 de Março de 2007 às 15:25
Muito, muito bom.
Não entendo, porém, a tua afirmação "questão tecno-apocalíptica".

Anabela


De Luís a 6 de Março de 2007 às 16:26
Olá!

Se leres o post original do D'Arcy Norman, a ideia final foi direccionada para a questão da Máquina, de ensinar a Máquina e do seu papel: "[i]t's role (from SkyNet's perspective) is to tirelessly teach The Machine. Always teaching. Forever learning. Until it passes the threshold and decides it doesn't need us anymore..."
Esta ideia, de que a máquina vai sendo ensinada até não precisar mais de nós, encerra uma visão tecno-apocalíptica destas questões que, do meu ponto de vista, é altamente discutível.


De anabela fernandes a 6 de Março de 2007 às 19:10
Pois... eu li e discordo de Darcy Norman.
Mas pensava que concordavas...daí a interpelação. Aliás, não sei que contributo traz semelhante perspectiva para a relação da máquina connosco. Ainda mal estamos (mal estou) a relacionarmo-nos com a possibilidade de mutação das estruturas sociais - o texto de Rosnay tem momentos deliciosamente realistas -, pelo que talvez seja prematuro (a meu ver irrealista) dissertar sobre esse horizonte. Bem sei que é discutível :) (ainda não sei pôr os bonecos simpáticos).


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
30


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post